quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Revogado despacho que designava Germano Fernandes como vice-presidente da autarquia belmontense

Agora é oficial, o presidente da Câmara Municipal de Belmonte revogou o despacho que designava Germano Fernandes como vice-presidente da autarquia. A decisão foi dada a conhecer ontem, durante a sessão pública do executivo municipal.

Ao ter conhecimento desta decisão, Germano Fernandes apresentou uma declaração em que explicou o seu percurso e alguns episódios que demonstraram a falta de confiança de Amândio Melo, e acusou o líder da maioria socialista de falta de confiança não só nele, mas também no vereador a tempo inteiro.

Na questão relacionada com as escolhas do Partido Socialista, para as listas candidatas nas eleições autárquicas, Mário Tomás saiu em defesa do Partido e afirmou que "o processo foi pacífico", contrariando as críticas de Germano Fernandes.

Para o presidente da Câmara de Belmonte tudo não passa de "mero oportunismo". Amândio Melo foi muito crítico depois da apresentação da declaração de Germano Fernandes. Para além das críticas, o líder do executivo partiu para algumas denúncias relacionadas com o percurso do ex-vice-presidente na autarquia de Belmonte.

O presidente da autarquia retirou a confiança política a Germano Fernandes, depois de conhecida a sua candidatura á Câmara Municipal pelo Movimento Partido da Terra (MPT), nas próximas eleições Autárquicas.
in "Rádio Caria"

3 comentários:

João disse...

Seria útil que os posts aqui colocados tivessem data...

Pois, o Germano fugiu para o MPT. Pela fotografia que escolheu para propagandear mais parece um Réu num tribunal à espera da sentença...

Sofia... disse...

Ninguém fugiu para lado nenhum, cada um é livre de optar pelo caminho que mais lhe convém, mesmo que seja à porta de ym tribunal à espera da sentença dos eleitores no dia 11.
Lá diz o povo, quem está mal muda - se! E o Partido Socialista que vemos actualmente em Portugal, não é o genuíno que NOS levou até ele enquanto militantes. Como tal, mais vale "fugir" (se for esse o verbo correcto) que comparticipar com politicas anti morais e anti sociais.

Eduardo Marculino disse...

Parabéns pelo BLOG.
abraços